fbpx

Biodigestor: problema ambiental vira solução sustentável em Porto Velho

biodigestor é um equipamento fechado onde a matéria orgânica é introduzida para ser decomposta por diversos micro-organismos anaeróbios. Como subproduto são gerados o biofertilizante e o biogás, que podem ser utilizados para outros fins, trazendo consigo lucros e benefícios ambientais.

Resíduos da produção rural – dejetos de suínos, bovinos e aviários, resíduos agrícolas, resíduos de lavagem e ração – costumam ser considerados problemas para o produtor rural, pois é exigido por lei que eles tenham uma destinação adequada, evitando que contaminem o meio ambiente.

Centro de tratamento de esgoto composteira” onde ficam os resíduos líquido

“7 mil toneladas de lixo são

transformadas em matérias orgânica.”

Os biodigestores auxiliam o produtor no manejo correto dos resíduos das suas atividades e, conjuntamente a isso, fabricam novos produtos que podem ser usados pelo produtor rural. O biodigestor é um equipamento de simples construção e operação. Sua função é transformar matéria orgânica crua em biofertilizante de alta qualidade biológica; nesse processo, gera como resíduo um biogás, que pode ser utilizado como combustível.

Funcionamento do biodigestor

biodigestor é um sistema para tratar matéria orgânica através de decomposição anaeróbia (na ausência de oxigênio), produzindo biofertilizante e gerando um biogás (esse é uma mistura de gás metano com gás carbônico) de alto poder calorífero como subproduto, podendo ser coletado e utilizado como gás de cozinha.

O sistema de um biodigestor em geral é composto de duas divisórias integradas: um biodigestor tubular + uma lagoa de biofertilizante. O resíduo é depositado no biodigestor tubular, onde fica por um período certo para que as bactérias anaeróbicas fermentem o material e liberem o biogás. Esse material líquido fermentado passa em seguida para a lagoa de biofertilizante, de onde o produto pode ser coletado e utilizado na lavoura, ou pode ser bombeado até o local de descarte, se o produtor não for utilizá-lo.

É importante que ocorra essa fermentação dos dejetos (que acontece dentro do biodigestor tubular) antes que os resíduos sejam despejados em solo e rios porque esse processo mata os micro-organismos patógenos e transforma as moléculas complexas do resíduos em moléculas mais simples, que podem ser absorvidas pelas plantas, não colocando em risco o meio ambiente e a saúde pública.

Dejetos animais e humanos podem ser colocados no biodigestor, assim como resíduos agrícolas. Os resíduos animais, em geral, aumentam a capacidade de geração de biogás e são altamente recomendáveis

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Outras notícias